quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Reflexões sobre o Schutzhund


Depois de certo tempo você percebe que foi infectado pelo vírus do schutzhund, e descobre que precisa treinar muito, todos os dias. Dá-se conta que tem que acordar cedo e marcar uma pista de faro, mesmo que ninguém te acompanhe, e descobre que neste dia, seu cão não está disposto a farejar. E você percebe que precisa ser tolerante se quiser que seu cão evolua. Você acaba descobrindo que não pode obrigar seu cão a farejar, e recoloca seu cão na caixa, pega sua bandeira e entra no carro e retorna para casa. E depois de certo tempo, você entende que isso vai acontecer diversas vezes, mas que precisa ser constante acima de tudo. Depois de algum tempo, você descobre que nem todo cão serve para o esporte, e que se apegou a um cão que não irá muito longe. Mas continua persistindo, apesar de saber que logo terá que trocar de cão. Então, seu cão se destaca em uma das três seções, e isso te dá uma pequena esperança, e você se motiva por algum tempo, mesmo sabendo que nas outras ele pode falhar. E depois de algum tempo, você se dá conta que ele chega ao limite enquanto seus anseios são grandiosos, e seu cão percebe sua insatisfação. E você acaba consultando um amigo, ou alguém do seu grupo para tomar uma decisão. E aquilo que você mais temia, acaba vindo a tona – seu cão realmente não serve para o esporte. E você descobre que precisa de um mentor, esteja ele ao seu lado em sua equipe de treino ou no outro continente. E você percebe que precisa escutar esta pessoa de vez em quando, mesmo quando vai contra aquilo que você realmente acredita. E o tempo vai passando. E você descobre que no esporte vai encontrar muitos amigos e outros nem tanto. Descobre que algumas pessoas chegam perto de você por puro interesse, e depois somem na velocidade de um raio, quando conseguem o que querem de você. E você percebe que quando dois ou três praticantes do esporte se reúnem, geralmente é para discordar de outro, que normalmente não está ali para se defender, ou defender seu ponto de vista. E você percebe que não importa a linha que você siga em seus treinos, sempre terá alguém que irá discordar de você, e vai dizer que tem um jeito melhor de fazer as coisas. E você descobre que não importa chegar ao topo, se o caminho que você trilhou, não fez de você uma pessoa melhor! E então, você descobre que terá muitos recomeços em seus treinos, e que as conclusões são tiradas cedo demais. E percebe que quanto mais conhecimento você tem sobre um assunto, mais longe parece que fica o seu destino. E algum tempo depois, você se dá conta que é o aluno e seu cão o professor. Você descobre que tem muito mais a aprender do que a ensinar. Você percebe que as pessoas te julgam pelos seus resultados em prova e não pelo amor e respeito que você tem pelos cães. E depois de algum tempo, você percebe que é tarde demais para voltar atrás, e precisa continuar treinando, mesmo que falem mal de você pelas costas, coloque em duvida seu caráter e tentam te difamar e te isolar dos outros, que poderiam ser amigos e contribuir. E você descobre que as pessoas acreditam nas coisas absurdas que os outros falam de você, mesmo elas não terem convivido contigo. E então...você acorda pela manhã, e vai e marca uma pista de faro para seu novo cão, e tudo recomeça novamente.



Aguinaldo Diniz

2 comentários:

Por Dentro da Mente dos Cães

Por Dentro da Mente dos Cães
Um livro que você precisa ler!

Seja Adestrador Sistêmico

Seja Adestrador Sistêmico
Trabalhe com Adestramento de cães, participando do Curso para formação de Adestradores Sistêmicos. Adestramento de cães é o mercado que mais cresce no Brasil! Curso Técnico de Adestramento com o Trainer NLP Aguinaldo Diniz.

Localização